sexta-feira, 20 de julho de 2012

Resumo da Semana: 14 a 20/07/2012

Nessa semana, aprendemos que:
R$ 18 mil não são suficientes para uma pessoa passar o mês.
Candomblé, umbanda e magia negra são a mesma coisa.
Renata Ceribelli continua fazendo entrevistas para o Vídeo Show.
Rosane Collor era uma freira na LBA.
O Medida Certa não funciona.
Collor foi eleito pela macumba, não pelo debate editado pela Globo para o Jornal Nacional.
Pesquisas eleitorais deveriam ser feitas só com mães-de-santo.
A urna eletrônica é resistente ao sobrenatural.
Fátima Bernardes sabe dançar charme. Bial não.
Nina conseguiu reunir provas de que Carminha e Max são amantes, gravou tudo em seu celular com câmera de 41 megapixels, mas não conseguiu enviar para Tufão porque seu celular era da Tim, da Claro ou da Oi.
Não existe amor em SP, só propaganda de celular mesmo.
Ninguém faz vídeo para recuperar par romântico na internet.
Se ele não te ligar, é porque não quis, não adianta olhar Youtube.
Carminha descobriu que Nina é Rita, mas ainda não sabe que, na verdade, ela é que é a Débora.
Execução, assalto e suicídio são a mesma coisa no Brasil.
Esse ano vai ter Olimpíadas.
Adriana Esteves é sensacional mesmo gripada.
Susana Vieira não.

Outras semanas:
27 de julho: Olimpíadas, Nina, Papuda, Marcelo Rubens Paiva
20 de janeiro: BBB, Luíza e o Canadá, Carlos Nascimento
Posts da semana:
Feliz Dia do Amigo
Para quem curte um viralzinho
Um verdadeiro drama para a família brasileira

2 comentários:

  1. Barbara Crivellari20 de julho de 2012 13:38

    Felomenal!!
    a próxima vez que alguém me perguntar qual a minha profissão é melhor dizer que sou mãe de santo?
    analista de pesquisa tá por fora...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehehe... Obrigado. Pensei exatamente nisso quando escrevi.

      Excluir