quinta-feira, 9 de maio de 2013

Mãe, criei um blog!

-Mãe, criei um blog.
-Que legal, meu filho.
-Legal, né?
-Para que serve?
-Ah, mãe, todo mundo tem um.
-É?
-A Norinha, minha vizinha, não tem.
-Mãe, a Norinha tem 87 anos.
-Mas você falou que todo mundo tem.
-Mãe, "todo mundo" não quer dizer todo mundo, é todo mundo que usa a internet.
-A Norinha usa.
-Tá, mãe, não precisa ler, era só para você saber.
-Você não quer que a sua mãe leia suas matérias?
-Mãe, não é matéria, é blog.
-Ah, que pena, eu adoro aquelas matérias que você escreve.
-Sobre mercado de ações e fundos de recebíveis?
-Ah, sei lá. Não entendo nada, mas acho lindo, mostro pra todas as minhas amigas.
-Que bom, mãe. Agora, mostra o blog. Se elas não tiverem problema com baixaria.
-Filho, você tá trabalhando com pornografia? Não foi pra isso que...
-Não, mãe, era força de expressão.
-Ah, tá. É alguma coisa que você aprendeu na faculdade?
-Não, mãe, nem o jornalismo. Mas tem dado mais leitura do que as minhas matérias.
-E paga bem?
-Como assim, "paga", mãe?
-Ué? Não te pagam para escrever?
-Não no blog.
-Processa eles, filho. Que injustiça, uma coisa dessas...
-Não, mãe. Fui eu que quis.
-É, foi você que quis sair de casa, largar sua mãe, casar...
-Mãe, olha o drama.
-E ainda engordou.
-Mãe, eu não lutava jiu-jitsu, nem frequentava academia, quando morava aí.
-E também não tinha blog.
-Isso!
-Para que serve?
-Para escrever as coisas que eu tenho vontade.
-Mas você já não faz isso no trabalho?
-Não, mãe. No trabalho, eu escrevo o que o meu chefe tem vontade.
-Ih, você está brigando com o seu chefe, é?
-Não, mãe, não é isso. É que, na revista, eu não escrevo o que vem na minha cabeça.
-Ah, que pena, você escrevia tão bem...
-É, mãe, escrevia. Agora, tenho um blog.
-Ainda não entendi. Você vai deixar de ser jornalista?
-Não, mãe. Pelo contrário.
-Ah, que bom, eu queria tanto te ver na Globo...
-Mas, mãe, eu não faço TV.
-O neto da Norinha vive aparecendo na TV.
-Mãe, você deveria ter amigas da sua idade.
-E esse blog é na internet?
-Isso, mãe!
-Que bom, você sempre levou tanto jeito para a informática...

Outras conversas:
Por que o Brasil não precisa se preocupar com ataques terroristas
O Homem e o GPS
Casal em trânsito
Papo masculino
Diálogos que adoraríamos ver na TV
Dias (ou Noites) Modernos(as)
Outras homenagens:
Feliz Dia Internacional da Mulher!
Dia da República
Viva o Dia das Crianças!
Feliz Dia dos Irmãos!
Dia de Jornalista
Feliz Dia dos Pais
Feliz Dia do Rock(y)
Dia do Amigo
Homenagem para o Dia das Mães
Para o Dia dos Namorados
Tecnologia para Leigos

6 comentários:

  1. Barbara Crivellari9 de maio de 2013 14:33

    isso é fato real? a mãe de um amigo teria exatamente essa conversa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahaha... Que sorte que tem o seu amigo!

      Excluir
  2. rsrs tipo assim com a minha mãe !!!
    http://coisinhasdalices2.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito piamente! Obrigado pela leitura. Volte sempre.

      Excluir